Sunday, December 27, 2009

4 - Muddy Waters - Hoochie coochie man (1954)


Em Janeiro de 1954, Muddy Waters (cujo nome de batismo era McKinley Morganfield) entrava nos estúdios da Chess Records pra gravar Hoochie Coochie Man, composta pelo lendário baixista Willie Dixon e já havia sito testada à exaustão na famosa casa de blues de Chicago, a Zanzibar. A canção seria lançada poucos meses depois. Hoochie Coochie man era uma mistura de folclore negro americano, religiosidade negra e uma forma primitiva de amplificador de guitarra. Digo isso porque Muddy Waters foi um dos pioneiros do chamado blues elétrico de Chicago, mesmo ele mesmo sendo um sujeito oriundo do Delta do Mississípi. E talvez o mais brilhante, que ajudou a mudar o caminho do blues pra sempre. Quanto a origem do nome, Hoochie coochie era uma dança meio erótica que ficou popular a partir de 1893, numa feira mundial em Chicago. A dança era feita por mulheres somente e o cara que comandava o espetáculo era um homem, daí a ser o hoochie coochie man. Também dizem que hoochie coochie significa vagina. Na verdade, a canção é recheada de elementos que remetem ao sul e a cultura negra, como por exemplo, “black cat’s bone”, “mojo”, “John the Conqueroo”. Isso trouxe uma identificação muito grande aos milhares de negros do sul que haviam se mudado pra Chicago e estavam em busca de se ajustarem ao novo estilo urbano da cidade. Não é se de admirar que a canção tenha logo se tornado um hit, com seus riffs de guitarra e seu papo que somente os locais sabiam o que estava falando. O próprio Willie Dixon disse em entrevista em 1998 que as pessoas acreditavam em coisas místicas, como as pessoas passaram depois a acreditar em astrologia e que acreditavam mesmo antes da Bíblia. Por isso se identificavam tanto com Hoochie coochie man. Já começa logo dizendo que uma cigana disse a mãe dele coisas sobre ele antes mesmo dele nascer. Que ele ia ser um homem de sucesso entre as mulheres e coisa e tal. A canção é um blues clássico e teve Muddy Waters tocando guitarra e fazendo os vocais principais, Little Walter na gaita, Otis Spann no piano, Jimmy Rogers na outra guitarra, Willie Dixon no baixo e Fred Below na bateria. A canção foi um grande hit, chegando ao número 8 dos charts de rhythm and blues. A canção entrou no Blues Hall of Fame em 1984 e o Grammy Hall of Fame em 1998. A canção também faz parte das 500 canções que deram forma ao rock and roll, eleita pelo Rock and Roll Hame of Fame. Também está inclusa nas 500 maiores canções de todos os tempos da revista Rolling Stone, ocupando o lugar 225. O próprio Willie Dixon viria a gravar a canção, enfatizando a gaita, pois na versão de Waters a guitarra foi a ênfase, deixando a gaita em segundo plano. Muitos artistas regravaram essa canção, entre eles estão Manfred Mann, The Shadows, Chuck Berry, Billy Preston, Jimi Hendrix, Steppenwolf, Buddy Guy, The Allman Brothers, John Mayall, Eric Burdon, Supertramp, Eric Clapton, B.B. King, Etta James, Motörhead, and Dion. Na gravação de Eric Clapton, de 1994 no seu álbum From the Cradle, Eric colocou uma harpa que tem quase o mesmo destaque a guitarra dele.

Segue a letra:


The gypsy woman told my mother, before I was born
I got a boy child's comin', he's gonna be a son of a gun
He gonna make pretty womens jump and shout
Then the world wanna know what this all about

But you know I'm him, everybody knows I'm him
Well you know I'm the hoochie coochie man
Everybody knows I'm him

I got a black cat bone, I got a mojo too,

I got the John the Concheroo, I'm gonna mess with you,

I'm gonna make you girls lead me by my hand
Then the world will know the hoochie coochie man

But you know I'm him, everybody knows I'm him
Oh you know I'm the hoochie coochie man
Everybody knows I'm him

On the seventh hours, on the seventh day
On the seventh month, the seven doctors say
He was born for good luck, and that you'll see
I got seven hundred dollars, don't you mess with me

But you know I'm him, everybody knows I'm him
Well you know I'm the hoochie coochie man
Everybody knows I'm him

Versao de Muddy Waters em 1983 no festival de jazz de Montreaux:



Veja agora chuck berry ao vivo em Toronto, em 1969:



Agora eric Clapton e buddy guy, no concerto organizado por paul mccartney em homenagem aos mortos do 11 de setembro. O show foi feito em Outubro de 2001:

No comments:

Post a Comment