Monday, August 1, 2011

92 – Ritchie Valens – Oh, Donna! (1958)

Donna foi composta por Ritchie Valens e gravada e lançada em 1958 pela Del-Fi Records. Foi o lado A do compacto simples que tinha La Bamba como lado B. Chegou ao numero 2 dos charts americanos em 1959, se tornando a musica que atingiu o maior ponto nos charts na carreira de Valens.

Foi escrita em homenagem à namorada de High School dele, Donna Ludwig. Este compacto simples foi apenas um dos três lançados quando Ritchie Valens ainda estava vivo.

A cancao foi usada pra um comercial de televisão pra Visa. No comercial, um jovem rapaz estava tatuando a frase “I love Donna” no braço e sua namorada, Donna, assistia. No meio da sessão de tatuagem, o tatuador pede mais dinheiro, dizendo que só termina a tatuagem se o rapaz fizer um pagamento adicional.

O rapaz não tinha dinheiro e a tatuagem termina com a frase dizendo “I love Don”, e a namorada fica furiosa. O comercial queria dizer que se o rapaz tivesse um cartão Visa, isso não aconteceria e ele continuaria a ter uma namorada alegre. E a música então se torna “Oh, Don”, e o cara responde “Muito engraçado”. E sai andando.

A letra:

Oh, Donna, Oh, Donna
Oh, Donna, Oh, Donna
I had a girl
Donna was her name
Since she left me
I've never been the same
'Cause I love my girl
Donna, where can you be
Where can you be
Now that you're gone
I'm left all alone
All by myself
To wander and roam
'Cause I love my girl
Donna, where can you be
Where can you be
Well, darlin
Now that you're gone
I don't know what I'll do
All the time
And all my love for yo-ou-ou
I had a girl
Donna was her name
Since she left me
I've never been the same
'Cause I love my girl
Donna, where can you be
Where can you be
Oh, Donna, Oh, Donna
Oh, Donna, Oh, Donna

Gravação original de Ritchie Valens, somente o áudio:



Agora Chris Montez, ao vivo, em 2003, no México:



Lou Diamond Phillips no filme La Bamba, sobre a vida de Ritchie Valens:

No comments:

Post a Comment