Monday, June 20, 2011

87 – Ritchie Valens - La bamba (1958)

La Bamba é uma música folk Mexicana, originada no estado de Veracruz. Ficou mais conhecida no mundo com a adaptação de Ritchie Valens, que se transformou num top40 nos Estados Unidos e uma das canções mais conhecidas do começo do rock and roll.

A versão de Valens é a número 345 das 500 melhores canções de todos os tempos da revista Rolling Stone e uma das poucas músicas da lista que não são cantadas em inglês.

A música foi regravada por vários artistas, entre os Los Lobos, cuja versão chegou ao número 1 nos Estados Unidos e Grã-Bretanha em 1987. O vídeo da versão dos Los Lobos ganhou o MTV vídeo music awards 1988 como o melhor vídeo dentro de um filme, dirigido por Sherman Halsey.

La bamba é um clássico exemplo do estilo musical conhecido como Son Jorocho, que se originou no estado de Veracruz e combina elementos musicais espanhóis e indígenas. A la bamba que o compositor diz que se necessita um poco de gracia, significa uma ação do verbo bambolear, que pode ser traduzido para requebrar ou algo do tipo.

Em Veracruz, é uma dança de casamento, onde o noivo e a noiva dançam os passos característicos. E a parte que diz “Yo no soy marinero, soy capitan”, que quer dizer eu não sou marinheiro, sou capitão, se refere a Veracruz, que é um local marítimo.

A versão de Ritchie Valens é um rock and roll e foi gravada e lançada em 1958. Elez fez uma mistura da canção tradicional com o rock and roll e grande parte disso foi graças ao lendário baterista Earl Palmer e o guitarrista Carol Kaye e que deu pra eles três um lugar na historia do rock. Valens foi eleito pro rock and roll hall of fame em 2001.

Valens não falava espanhol e aprendeu apenas como falar as palavras que uma tia havia lhe dado.

A canção também foi gravada põe Harry Belafonte em 1956 no Carnegie Hall. Também foi regravada por Bobby Darin, Trini Lopez, Dusty Springfield, Wycleaf Jean e Johnny Rivers.

A letra:

Para bailar la bamba,
Para bailar la bamba,
Se necesita una poca de gracia.
Una poca de gracia para mi para ti.
Arriba y arriba
Y arriba y arriba, por ti sere,
Por ti sere.
Por ti sere.

Yo no soy marinero
Yo no soy marinero, soy capitan
Soy capitan, soy capitan

Bamba, bamba, bamba, bamba
Bamba, bamba
Bamba

Para bailar la bamba,
Para bailar la bamba,
Se necesita una poca de gracia.
Una poca de gracia para mi para ti.
Arriba, arriba.

Para bailar la bamba,
Para bailar la bamba,
Se necesita una poca de gracia.
Una poca de gracia para mi para ti.
Arriba y arriba
Y arriba y arriba, por ti sere,
Por ti sere.
Por ti sere.

Bamba, bamba, bamba, bamba
Bamba, bamba
Bamba, bamba

La Bamba original, com Ritchie Valens, de 1958, somente o áudio:



La Bamba com os Gipsy Kings, ao vivo, em 1996:



Lou Diamond Phillips, dublando a versao dos Los Lobos no filme La Bamba, sobre a vida de Ritchie Valens:

No comments:

Post a Comment