Monday, June 28, 2010

36 – Elvis Presley – Love me tender (1956)

A canção de número 36 dessa lista é um clássico do chamado rock romântico. Cantada por Elvis Presley, trata-se de uma adaptação da canção “Aura Lee”, uma balada sentimental da época da guerra civil. Aura Lee foi escrita por George Poulton e W. Fosdick e foi lançada em 1861 e logo se tornou popular nas ruas do país. Chegou a ser cantada na academia militar de West Point, em Nova York.

Elvis tocou Love me tender pela primeira vez no Ed Sullivan Show, em 9 de Setembro de 1956, pouco tempo antes do lançamento do compacto simples e um mês antes do lançamento do filme de mesmo nome. Curiosamente, este foi o único filme de Elvis que seu personagem morria. No dia seguinte ao show, a RCA recebeu um milhão de pedidos da música, se tornando um disco de ouro antes mesmo de ser lançada. O filme iria se chamar The Reno Brothers, mas mudou pra Love me tender pra poder lucrar com a popularidade da música.

Hal Wallis, o produtor do filme, não quis que Elvis gravasse a música com sua banda original, formada por Scotty Moore, DJ Fontana e Bill Black. Com isso, Red Robinson tocou bateria, Charles Prescott baixo, Vita Mumolo na guitarra e Jon Dodson nos vocais de fundo e lógico, Elvis nos vocais principais.

Os créditos da canção são de Elvis Presley e Vera Matson devido a um acordo feito com relação aos royalties, mas o principal autor da música foi Ken Darby, que era marido de Vera Matson. A canção foi publicada pela Elvis Presley Music. Como a música original era domínio popular já, não tiveram problemas. Quando perguntaram porque Derby adicionou também sua esposa como autora da música, ele respondia: porque ela também não a escreveu!

Elvis recebeu a parceria na música devido a um acordo que ele tinha que dizia que os compositores teriam que dar 50% dos créditos da canção caso eles quisessem que Elvis a gravasse, pois era sucesso certo. Elvis nunca escreveu nenhuma de suas canções, apesar de que quase todas as gravações da RCA, ele tomou o controle da produção e mudaria arranjos e letras a ponto da canção original quase ficar irreconhecível.

A gravação de Elvis chegou ao número 1 do país na semana que acabava em 3 de Novembro de 1956, permanecendo na mesma posição por 5 semanas e chegando ao número 11 dos charts na Grã-Bretanha. Chegou também ao número 3 dos charts de Rhythm and Blues. Foi um feito impressionante, uma vez que os números 1 anteriores tinham sido também de Elvis, como Hound Dog e Don’t be cruel.

Esta ocorrência marcou dois importantes eventos na história do Billboard. Durante este período, Elvis foi o artista solo que tinha ficado mais tempo ocupando o primeiro lugar dos charts, tendo ficado no topo por 16 semanas consecutivas. Love me tender gravada por Elvis ocupa o número 437 da lista das 500 melhores canções de todos os tempos da revista Rolling Stone.

A letra:

Love me tender,
love me sweet,
never let me go.
You have made my life complete,
and I love you so.

Love me tender,
love me true,
all my dreams fulfilled.
For my darlin' I love you,
and I always will.

Love me tender,
love me long,
take me to your heart.
For it's there that I belong,
and we'll never part.
love me tender love me true all my dreams fulfill for my darling i love you and i always will
Love me tender,
love me dear,
tell me you are mine.
I'll be yours through all the years,
till the end of time
love me tender love me true
all my dreams fulfill for my darling i love you
And i always will

Elvis e Love me tender em 1956:



Elvis cantando Love me tender no Especial de 1968:



Agora Norah Jones, somente o áudio:



No comments:

Post a Comment