Friday, January 22, 2010

14 - The Platters - The great pretender (1955)

A música country estava bem estabelecida no rádio nos anos 1930. O Grand Ole Opry era transmitido para o resto do país a partir do seu coração, a cidade de Nashville, no Tennessee. Os Delmore Brothers foram os progenitores dos Everly Brothers, cantando também gospel e música folk. No final de 1947, os Delmore já estavam usando guitarra e bateria.

Os instrumentos eletricos nas mãos de pioneiros como Ernest Tubb ajudaram a música country a ser ouvida nos bares barulhentos onde era tocada ao vivo. Hank Williams era outro superstar daquela época. Ele teve muito sucesso e influencia em apenas poucos anos de vida. Ele morreu com 29 anos no dia de ano novo de 1953.

Neil Young comprou um violão que foi de Hank e até hoje toca com ele. Num show que fez em Nashville e foi gravado em DVD, em 2005, Neil conta a história da compra da guitarra e que está feliz por ter trazido ela de volta pra Nashville.

Naquela época, a mistura era enorme e mesmo os brancos querendo ter o status de maiores, sucessos como os dois hits que os Platters tiveram foi um choque. Only You e agora essa The great pretender, que é uma canção popular gravada pelos The Platters e lançada como compacto simples em 3 de Novembro de 1955. Buck Ram compôs a música. Ele era produtor e empresário dos Platters. A música alcançou o número em 1956 e foi eleita pela Rolling Stones como sendo o número 351 das melhores canções de todos os tempos.

A música alcançou o topo de novo em 1987, quando Freddie Mercury regravou-a e a canção chegou ao número 4 na Inglaterra. O vídeo clip dessa canção se tornou um dos mais famosos da carreira de Mercury.

Também foi regravada por Dolly Parton em 1984. Roy Orbison e Sam Cooke também fizeram suas versões. Pat Boone e The Band também.

A letra:

Oh yes, I'm the great pretender

Pretending that I'm doing well
My need is such; I pretend too much
I'm lonely but no one can tell.

Oh yes, I'm the great pretender
A drift in a world of my own
I play the game; but to my real shame
You've let me to dream all alone.

Too real is this feeling of make believe
Too real when I feel what my heart can't conceal.

Oh yes I'm the great pretender
Just laughing and gay
like a clown
I seem to be what I'm not; you see
I'm wearing my heart like a crown
Pretending that you're still around.

Too real is this feeling of make believe
Too real when I feel what my heart can't conceal

Yes I'm the great pretender
Just laughing and gay like a clown
I seem to be what I'm not you see
I'm wearing my heart like a crown
Pretending that you're still around

Segue os originais The Platters, na decada de 1950:



Freddie Mercury, em 1987.



Agora uma versao do grande Sam Cooke, nos anos 1950. Somente o áudio:



No comments:

Post a Comment