Wednesday, September 3, 2014

323 – The Rolling Stones – Time is on my side (1964)



Escrita por Jerry Ragovoy, sob pseudonimo de Norman Meade, foi inicialmente lançada pelo trombonista de jazz Kai Winding e sua Orquestra, em outubro de 1963. Foi feita uma letra pra ela (pois era só instrumental), por Jimmy Norman e logo foi regravada por Irma Thomas e os Rolling Stones, em 1964. A nossa escolha é a gravação dos Stones. 

O arranjador de Winding contactou seu amigo Ragovoy quando Winding disse que queria gravar algo mais comercial e ritmico. Em gratidao, Gagovoy deu 50% dos direitos autorais da música pra Sherman, que viveu dessa boquinha até se divorciar em 1983 e perder esse direito pra ex-mulher. Os caminhos da música!!

Os Stones gravaram duas versoes da canção`em 1964. A primeira versao com um arranjo mais fraco tem uma introducao de piano mais breve e foi gravada em Londres em junho de 1964 e lançada nos Estados Unidos como um compacto do album 12 x 5, em 26 de setembro de 1964. 

Foi lançado um mês depois do lançamento de Irma Thomas e chegou ao numero 6 dos charts pop americanos, se tornando o primeiro Top Ten dos Stones nos Estados Unidos, pois o compacto anterior com It’s all over now só houvera chegado ao número 26. 

A segunda versao com um arranjo melhor e que tem uma guitarra na introducao, foi gravada em Chicago em 8 de novembro de 1964 e só foi lançada nos Estados Unidos em 15 de janeiro de 1965. 

Ambas as gravacoes possuem elementos da gravação de Irma Thomas, inluindo interjeiçoes de palavras faladas no refrao, um monologo no meio da canção e uma guitarra solo bem destacada. 

Quando os Stones tocaram Time is on my side pela primeira vez no The Ed Sulliva Show, Sullivan ficou chocado com a aparencia deles, uma vez que cabelo grande em homem era considerado uma ofensa para as pessoas mais velhas nos Estados Unidos naquele tempo. Sullivan disse que eles nunca mais iriam tocar no seu show novamente, mas não foi o que aconteceu. Eles voltaram muitas vezes. 

Uma versao ao vivo pode ser encontrada num album ao vivo de 1982 chamado Still life. 

Na gravacao, Mick Jagger fez os vocais principais, Keith Richards tocou guitarra e fez os backing vocals. Brian Jones tocou guitarra, pandeiro e backing vocals. Bill Wyman tocou baixo e fez backing vocals e Charlie Watts tocou bateria. Alem deles, Ian Stewart tocou orgao. 

Foi regravada por muitos artistas, entre eles Michael Bolton, Jimmy Norman, Blondie, Wilson Pickett, Paul Revere and The Raiders, Vanessa Carlton e Patti Smith. 

A letra:

Time is on my side, yes it is
Time is on my side, yes it is
Now you always say
That you want to be free
But you'll come running back (said you would baby)
You'll come running back (I said so many times before)
You'll come running back to me
Oh, time is on my side, yes it is
Time is on my side, yes it is
You're searching for good times
But just wait and see
You'll come running back (I won't have to worry no more)
You'll come running back (spend the rest of my life with you, baby)
You'll come running back to me
Go ahead, go ahead and light up the town
And baby, do everything your heart desires
Remember, I'll always be around
And I know, I know
Like I told you so many times before
You're gonna come back, baby
Cause I know
You're gonna come back knocking
Yeah, knocking right on my door
Yes, yes!
Well, time is on my side, yes it is
Time is on my side, yes it is
Cause I got the real love
The kind that you need
You'll come running back (said you would, baby)
You'll come running back (I don't always said you would)
You'll come running back (I won't have to worry no more)
Yes time, time, time is on my side, yes it is
Time, time, time is on my side, yes it is
Oh, time, time, time is on my side, yes it is
I said, time, time, time is on my side, yes it is
Oh, time, time, time is on my side
Yeah, time, time, time is on my side


A versão dos Rolling Stones, com introdução de guitarra:



Patti Smith ao vivo em Estocolmo em 1976 com Time is on my side:


 
Vanessa Carlton com Time is on my side:

No comments:

Post a Comment