Thursday, November 26, 2009

7 - Elvis Presley - That's all right (1954)



No verão de 1953, o jovem Elvis Presley adentrava as instalações da Sun Records pra gravar um disco particular, pago com o seu próprio dinheiro. Elvis então gravou “My Happiness” e “That’s when your headaches begin”. O disco acabou ficando com um amigo de Elvis, chamado Ed Leek, pois Leek possuía uma vitrola e na casa de Elvis não havia nenhuma. A secretaria da Sun, Marion Keisker, que se lembrou de Elvis no verão de 1954, indicando-o pro chefe Sam Phillips, quando estavam procurando um artista novo. Ele foi convidado pra uma audição em Junho de 1954. Marion então ligou pra Elvis perguntando se ele não poderia vir ao estúdio pra fazer um teste com uma canção nova que Sam havia comprado em Nashville. Marion lembra que antes dela desligar o telefone, Elvis já adentrava a porta do estúdio. E olhe que ele morava longe e nem tinha celular. Quando Elvis chegou, já estavam lá o guitarrista Scotty Moore e o baixista Bill Black. Se conheceram e estiveram tocando por lá umas 4 ou 5 vezes, sempre aprimorando o repertório e sem nenhum compromisso. Gravaram umas músicas sugeridas por Phillips e em uma determinada sessão de gravação, eles pararam pra um café e uns refrigerantes e a partir do nada, Elvis começou a cantar uma música, pulando de um lado pro outro, imitando um idiota e Bill Black pegou o baixo e começou a imitar um idiota também e Scotty Moore começou a acompanhar a sacanagem dos dois e nesse momento, Sam Phillips correu pra cabine de controle pra sair de perto daquela fuleiragem. Mas de repente, Sam colocou a cabeça pra fora da cabine de controle e perguntou o que estavam fazendo, e ninguém sabia. Foi aí que Sam disse, comecem de novo que eu vou gravar. A canção que eles estavam brincando era That’s all right (Mama). Era um original de Arthur Big Boy Crudup, gravada pela RCA Victor em 1947. Elvis trocaria a frase original de Crudup que era “The life you’re living, son, women be the death of you”, e Elvis criaria “Son, that girl you’re fooling with, she ain’t no good for you”. O compacto com “That’s all right” foi lançado em 19 de Julho de 1954, pela Sun Records, tendo Sam Phillips como produtor, Scotty Moore tocando guitarra, Bill Black como baixista e o grande e único Elvis Presley tocando violão e cantando. Essa é a primeira música gravada por Elvis a ser lançada. That’s all right na gravação de Elvis, Moore e Black, é a número 112 da lista das 500 maiores canções de todos os tempos, da revista Rolling Stone. A gravação não chegou aos charts nacionais, pois vendeu apenas 20 mil cópias, afinal, a Sun Records não tinha como divulgar o álbum, era uma empresa que tinha duas pessoas, Sam e Marion, não era uma empresa nacional. Porem, mesmo sem entrar nos charts, trata-se de uma canção importantíssima, pois alem de ser um clássico do rock and roll (alguns puristas até dizem que foi o primeiro rock gravado), ela é a primeira canção do jovem Elvis Presley, que viria a se tornar o Rei do Rock and Roll. Elvis Presley morreu em 16 de Agosto de 1977, em Memphis, Tennessee, vítima de um ataque cardíaco.
 
Segue a letra:


Well, that's all right, mama
That's all right for you
That's all right mama, just anyway you do
But that's all right, that's all right.
That's all right now mama, anyway you do

Well, mama she done told me,
Papa done told me too
'Son, that girl your foolin' with,
She ain't no good for you'
But, that's all right, that's all right.
That's all right now mama, anyway you do

I'm leaving town, baby
I'm leaving town for sure
Well then you won't be bothered
With me hangin' round your door
But that's all right, that's all right.
That's all right now mama, anyway you do



I need your loving

That's all right
That's all right now mama, anyway you do
Abaixo, Elvis cantando exatamente como ele gravou a música 14 anos antes. Aqui em 1968, tocando That's all right também com Scotty Moore na guitarra:


Agora o mesmo Scotty Moore, tocando a mesma canção dessa vez acompanhando o grande Eric Clapton muitos anos depois da gravação com Elvis:



E agora o grande Paul McCartney gravando That's all right com DJ Fontana e Scotty Moore.



No comments:

Post a Comment