Monday, August 15, 2016

528 – The Beatles – Doctor Robert (1966)

Escrita John Lennon, mas creditada à dupla Lennon/McCartney, foi gravada em 17 e 19 de abril de 1966 e lançada no disco Revolver, em 5 de agosto de 1966.

John tocou guitarra ritmica, harmonium e cantou. Paul tocou baixo e fez backing vocals. George Harrison tocou guitarra solo e maracas. Ringo tocou bateria.

Paul disse que a música é sobre um cara de Nova Iorque, que eles ouviam dizer que poderia pegar qualquer coisa com ele. Um medico. Principalmente pilulas, anfetaminas, injeções e tranquilizantes. John disse que a canção é sobre drogas e pílulas, sobre ele mesmo, pois ele era quem andava com uma sacola cheia de pílulas nas turnês.

Doctor Robert é Robert Freymann, um médico que dava injeções de vitamina B12 misturada com anfetaminas, pra sua clientela rica novaiorquina. Ele nasceu na Alemanha em 1906 e morreu em 1987. Era um médico muito conhecido em Manhattan, dos artistas e milionários. Perdeu sua licença médica em 1975 quando pacientes começaram a morrer.

A letra:

Ring my friend, I said you call Doctor Robert
Day or night he'll be there any time at all, Doctor Robert
Doctor Robert, you're a new and better man
He helps you to understand
He does everything he can, Doctor Robert

If you're down he'll pick you up, Doctor Robert
Take a drink from his special cup, Doctor Robert
Doctor Robert, he's a man you must believe
Helping everyone in need
No one can succeed like Doctor Robert

Well, well, well, you're feeling fine
Well, well, well, he'll make you... Doctor Robert

My friend works for the national health, Doctor Robert
Don't pay money just to see yourself with Doctor Robert
Doctor Robert, you're a new and better man
He helps you to understand
He does everything he can, Doctor Robert

Well, well, well, you're feeling fine
Well, well, well, he'll make you... Doctor Robert

Ring my friend, I said you'd call Doctor Robert
Ring my friend, I said you'd call Doctor Robert
Doctor Robert

A versão dos Beatles:


A versão de Luke Temple:


A versão de Nick Heyward:

No comments:

Post a Comment