Wednesday, July 13, 2016

519 – The Beatles – Here, there and everywhere (1966)

Escrita por Paul McCartney mas creditada à dupla Lennon/McCartney, foi gravada em 14 de junho de 1966 e lançada no disco Revolver em 5 de agosto de 1966. Paul disse que foi uma das canções que ele escreveu que ele mais gosta. John Lennon também disso o mesmo (inclusive disse que era a melhor música do disco Revolver), assim como George Martin. A revista Mojo colocou-a como a quarta melhor canção de todos os tempos. A inspiração pra Paul veio da canção God only knows (Número 511 da nossa lista, publicada no blog mês passado), dos Beach Boys, no disco Pet Sounds. É também o n;umero 25 da lista das 500 maiores canções de todos os tempos da revista Rolling Stone.

O Pet Sounds, por sua vez, havia sido inspirado no disco dos Beatles de 1965 chamado Rubber Soul, evidenciando o intercâmbio que as duas bandas estavam fazendo. Os vocais de Paul, John e George Harrison foram feitos pra imitar o som dos Beach Boys. A posição de Here, there and everywhere no disco Revolver fica depois de Love you to e antes de Yellow Submarine. É como se domesticasse o erotismo de Love you to pois vinha uma música de criança logo após.

Foi regravada por Emmylou Harris, George Benson, Petula Clark, Perry Como, John Denver, Celine Dion, Jose Feliciano, Jery Garcia, Bobbie Gentry, The Lettermen, Andy Williams, David Gilmour, entre outros tantos artistas.

Paul tocou baixo, fez os vocais principais, violões e estalou os dedos. John fez backing vocals e estalou os dedos. George Harrison tocou guitarra solo, fez backing vocals e estalou os dedos. Ringo tocou bateria e estalou os dedos.

A letra:

To lead a better life I need my love to be here...

Here, making each day of the year
Changing my life with the wave of her hand
Nobody can deny that there's something there

There, running my hands through her hair
Both of us thinking how good it can be
Someone is speaking but she doesn't know he's there

I want her everywhere and if she's beside me
I know I need never care
But to love her is to need her everywhere
Knowing that love is to share

Each one believing that love never dies
Watching her eyes and hoping I'm always there

I want her everywhere and if she's beside me
I know I need never care
But to love her is to need her everywhere
Knowing that love is to share

Each one believing that love never dies
Watching her eyes and hoping I'm always there

I will be there and everywhere
Here, there and everywhere

A versão de Paul McCartney ao vivo no Unplugged:


A versão de David Gilmour:


A versão de Emmylou Harris:

No comments:

Post a Comment