Monday, August 4, 2014

317 – Bob Dylan – The times they are a-changin' (1964)



Escrita por Bob Dylan, foi gravada em 23 e 24 de outubro nos estúdios da Columbia, em New York City. Foi lançada em 13 de janeiro de 1964 no disco em que ela deu o nome e em 8 de março de 1965 num compacto simples. 

Dylan escreveu a música numa tentativa deliberada de criar um hino da mudança do tempo, influenciado por baladas irlandesas e Escocesas. Foi lançada no Reino Unido em 1964 e chegou ao numero 9 nos charts britânicos. Ele queria criar uma canção longa, com versos concisos que ficassem uns sobre os os outros de maneira hipnótica. Era na época em que a folk music estava bem próxima do movimento dos direitos civis nos Estados Unidos.

Desde o inicio, a canção foi muito influente na visão das pessoas sobre a sociedade. Foi regravada por muita gente boa como The Byrds, Peter, Paul and Mary, Simon and Garfunkel, The Beach Boys, Joan Baez, Phil Collins, Bruce Springsteeen, entre outros. É a canção de número 59 das maiores canções de todos os tempos da revista Rolling Stone. 

Menos de um mês depois de Dylan ter escrito a canção, o presidente Kennedy foi assassinado em Dallas, no Texas, em 22 de novembro de 1963. Na noite seguinte, Dylan abriu o seu show com essa música. 

The Byrds fizeram uma excelente regravação dessa canção. Jim McGuinn fez os vocais principais. Tem a assinatura dos Byrds, que é a guitarra de 12 cordas Rickenbacker. Durante a gravação dos Byrds dessa cancao, eles tiveram dois convidados de surpresa. George Harrison e Paul McCartney foram no estúdio acompanhar as gravações deles de surpresa.

Alem dos já citados acima, foi também regravada pelos Seekers, em 1965, pelos Hollies em 1969, por Nina Simone em 1969, Josephine Baker em 1973, James Taylor com Carly Simon em 1978, Billy Joel em 1987, Tracy Chapman em 1992, Phil Collins em 1996, Jidy Collins em 1998, Bryan Ferry em 2007, Bruce Springsteen em 2008, entre outros. 

Quando em 1984 Steve Jobs foi lançar o McIntosh, no meeting de apresentação, ele citou o segundo verso dessa canção. Já foi gravada em 14 idiomas. Catalão, Theco, Holandês, Finlandês, Frances, Alemão, Húngaro, Italiano, Japonês, Norueguês, Polonês, Sérvio, Espanhol e Sueco. 

John Mellencamp fez uma gravação na sua Webcam e postou em setembro de 2008 antes das eleições presidenciais nos Estados Unidos naquele ano. O manuscrito da canção de Dylan foi vendido num leilão em 2010 por 422,500 dólares. 

A letra:

Come gather 'round people
Wherever you roam
And admit that the waters
Around you have grown
And accept it that soon
You'll be drenched to the bone
If your time to you
Is worth savin'
Then you better start swimmin'
Or you'll sink like a stone
For the times they are a-changin'.

Come writers and critics
Who prophesize with your pen
And keep your eyes wide
The chance won't come again
And don't speak too soon
For the wheel's still in spin
And there's no tellin' who
That it's namin'
For the loser now
Will be later to win
For the times they are a-changin'.

Come senators, congressmen
Please heed the call
Don't stand in the doorway
Don't block up the hall
For he that gets hurt
Will be he who has stalled
There's a battle outside
And it is ragin'
It'll soon shake your windows
And rattle your walls
For the times they are a-changin'.

Come mothers and fathers
Throughout the land
And don't criticize
What you can't understand
Your sons and your daughters
Are beyond your command
Your old road is
Rapidly agin'
Please get out of the new one
If you can't lend your hand
For the times they are a-changin'.

The line it is drawn
The curse it is cast
The slow one now
Will later be fast
As the present now
Will later be past
The order is
Rapidly fadin'
And the first one now
Will later be last
For the times they are a-changin'.


Bob Dylan na TV com The Times they are a-changin':



The Byrds:



Peter, Paul and Mary:

No comments:

Post a Comment