Friday, December 20, 2013

257 – The Surfaris – Wipeout (1963)



Escrita por Bob Berryhill, Pat Connolly, Jim Fuller e Ron Wilson, foi gravada originalmente pelos Surfaris, em 1962, no Cucamonga’s Pal Recordind Studio e lançada em 1963, em um compacto que tinha Surfer Joe no Lado B. 

Wipeout já foi usada em mais de 20 filmes e séries de televisão desde 1964, aparecendo pelo menos uma vez em cada década. Wipeout significa uma queda na hora do surf, especialmente uma queda feia. 

Os compositores fizeram essa música no estúdio, pois precisavam de um lado B pro então Lado A Surfer Joe. A voz que fala no começo da canção é do manager da banda na época, Dale Smallin. 

A música ficou quatro meses nos charts nacionais no outono de 1963, chegando ao número 1 e ficando de fora do primeiro lugar apenas pois perdia pra Fingertips, de Stevie Wonder. Voltou aos charts em 1966, chegando no número 16 dos charts pop. Em 1966, vendeu 700 mil cópias nos Estados Unidos, e em 1963 venderam acima de um milhão de cópias.  

A solo de bateria de Ron Wilson em Wipeout, que era originalmente uma marcha da sua escola, foi repetido várias vezes nos bares americanos, ajudando a torná-la a canção instrumental mais conhecida daquele tempo. 

Em 1987, os Fat Boys e os Beach Boys fizeram uma gravação desta música, que chegou ao número 12 dos charts americanos e número 2 dos charts britânicos. 

No filme Neanderthal Parallax, uma sequência de DNA de um vírus mortal é salvo num computador numa pasta chamada Wipeout. O personagem reconhece o vírus e diz que eles vai limpar todos os Neaderthais do paralelo universo da terra. Ela então reescreve o código de DNA para uma versão não letal, e chama o arquivo de Surfer Joe, em referencia ao outro lado do compacto simples que tinha também Wipeout. 

A versão original dos Surfaris:



A versão dos Ventures:



Barry Berryhill, um dos compositores, toca Wipeout com sua banda em West Palm Beach:

 

No comments:

Post a Comment