Wednesday, January 16, 2013

174 – The Everly Brothers – Walk right back (1961)


Escrita por Sonny Curtis, foi gravada pelos irmãos Everly em 1960 e lançada em janeiro de 1961 pela Warner Bros., teve Ebony eyes como Lado B do compacto simples. Chegou ao número 7 dos charts pop americanos e numero 1 nos charts ingleses. 
 
Sonny Curtis disse que compôs o primeiro verso da música num domingo à tarde, enquanto servia o exército na Califórnia. Em Hollywood, estavam Don e Phil Everly tendo aulas de atuação pra cinema. Sonny então tocou a música pra Don, somente com o primeiro verso. Don gostou e mostrou ao irmão Phil, que juntos fizeram os arranjos vocais pra canção. 

Prometeram então a Sonny que se caso ele fizesse um segundo verso, eles gravariam a canção. Sonny correu pra terminar e antes mesmo de mandar, os irmãos Everly já haviam gravado a canção assim mesmo, somente repetindo o primeiro verso. 

Perry Como, Andy Williams, o próprio Sonny Curtis, gravaram a canção com os dois versos. Mas Anne Murray em 1978, regravou como os Everly e foi um hit novamente. 

Em 1971, Harry Nilsson também regravou a canção. 

A letra:
I want you to tell me
Why you walked out on me
I'm so lonesome every day

I want you to know that
Since you walked out on me
Nothing seems to be the same way

Think about the love that
Burns within my heart for you
The good times we had
Before you went away from me

Walk right back
To me this minute
Bring your love
To me don't send it
I'm so lonesome every day

I want you to tell me
Why you walked out on me
I'm so lonesome every day

I want you to know that
Since you walked out on me
Nothing seems to be the same way

Think about the love that
Burns within my heart for you
The good times we had
Before you went away from me

Walk right back
To me this minute
Bring your love
To me don't send it
I'm so lonesome every day
I'm so lonesome every day
I'm so lonesome every day

The Everly Brothers em 1985 com walk right back:



Sonny Curtis, o compositor, tocando essa canção em 2010:


The Everly Brothers com Lulu em 1968:


No comments:

Post a Comment