Monday, April 4, 2011

76 – Elvis Presley – Trouble (1958)

Blues escrito pela dupla compositora de sucesso Jerry Leiber e Mike Stoller, foi gravada por Elvis Presley em 15 de Janeiro de 1958 e lançada em 19 de Setembro de 1958, pela RCA Victor, na trilha sonora do filme King Creole. Elvis cantava-a no filme também. Teve Scotty Moore na guitarra e era uma das 3 músicas de Stoller e Leiber do filme.

A performance de Elvis no filme faz alusão a Muddy Waters e Bo Diddley. “If you’re looking for trouble”, ele entona, “then look right in my face. Because I’m evil, my middle name is misery”. Maury Dean, crítica musical, sugere que Trouble, com Elvis rosnando, é uma das primeiras canções de punk.

10 anos depois, Elvis abriu o seu 1968 comeback special com Trouble. A luz era escura, o que realçava a apresentação, o numero fazia uma alusão ao passado “perigoso” de Elvis, e servia pra provar que o cantor ainda era sexy e provocativo. Em seguida, entram guitar man e jailhouse rock. Elvis também viria a cantar Trouble ao vivo em turnês dos anos 1970.

Detalhe: em 1975, Elvis gravou uma música chamada T-R-O-U-B-L-E para um compacto simples, mas vem a ser uma música totalmente diferente.

O compacto simples de lançamento da cantora Amanda Lear foi com uma gravação de Trouble, lançada na Grã-Bretanha pela Creole Records, tendo Lethal Leading lady como lado B. Uma tradução pro francês da música feita por Vline Buggy, intitulada Le Bagarre, foi lançada na França pela Polydor. La Bagarre foi inclusa no álbum de estreia de Amanda Lear em 1977, chamado I am a potograph.

Lear também tocou a música em um episódio de Musikladen, que foi ao ar em 29 de Maio de 1976 na Alemanha Ocidental. Vestida em couro preto, a apresentação de Lear fazia uma alusão à imagem de Durão de Elvis dos anos 1950. Com essa aparição na TV, a Ariola Records fez um relançamento de La Bagarre e assinou com ela um contrato de 6 álbuns.

Suzi Quatro também fez uma regravação de trouble em 1974 para o segundo álbum Quatro. De acordo com o autor Phillip Auslander, com essa gravação Quatro se alinhou com a tradição masculina dessa música, que incluía Elvis. O crítico Robert Christgau entretanto escreveu que a gravação ficou bobinha e não o convenceu que ela era realmente evil.

O músico Robbie Williams abriu seu DVD show de 2002 com Trouble. O DVD se chamava The Robbie Williams Show. A performance foi idêntica em conceito à sequência de abertura do comeback especial de 1968, de Elvis.

Britney Spears abriu o 2007 MTV Video Music Awards com os primeiros versos de trouble, pra depois emendar com a sua Gimme more. Uma versão com Gillan chegou ao número 14 nos charts ingleses em Outubro de 1980.

A letra:

If you're looking for trouble
You came to the right place
If you're looking for trouble
Just look right in my face
I was born standing up
And talking back
My daddy was a green-eyed mountain jack
Because I'm evil, my middle name is misery
Well I'm evil, so don't you mess around with me

I've never looked for trouble
But I've never ran
I don't take no orders
From no kind of man
I'm only made out
Of flesh, blood and bone
But if you're gonna start a rumble
Don't you try it on alone
Because I'm evil, my middle name is misery
Well I'm evil, so don't you mess around with me
I'm evil, evil, evil, as can be
I'm evil, evil, evil, as can be
So don't mess around don't mess around don't mess around with me
I'm evil, I'm evil, evil, evil
So don't mess around, don't mess around with me
I'm evil, I tell you I'm evil
So don't mess around with me
Yeah!

Elvis num clipe com trouble:



Elvis com a parte do filme King Creole onde canta trouble:



Agora a versão de Suzi Quatro pra se tirar a dúvida (somente o áudio):

No comments:

Post a Comment